Associação Mato-grossense dos

Defensores Públicos

Defensor, associe-se

População brasileira indica a Defensoria Pública como a instituição mais importante para a sociedade

Avatar de Yuri Peixoto Por: Yuri Peixoto

Publicado em 19/09/2017


População brasileira indica a Defensoria Pública como a instituição mais importante para a sociedade

Segundo resultado do Relatório da Pesquisa de Satisfação e Imagem do Conselho Nacional do Ministério Público, a Defensoria Pública foi indicada por 92,4% da população brasileira como sendo a instituição mais importante para a sociedade. Na sequência do ranking de instituições importantes, aparecem o Ministério Público (91,6%) e a Polícia (90,4%). Esta pesquisa tenciona identificar como a imagem das instituições públicas é percebida pela instituição, tendo como base pontos como confiança, importância, conhecimento e avaliação.

 A pesquisa foi divulgada nesta quarta-feira, 13 de setembro, e apresenta outros dados que são satisfatórios: a confiança da população na instituição aumentou de 54,7% para 74,1%, de 2014 para cá. Outro ponto que pode ser salientado é sobre a relevância das instituições na solução de problemas. A Defensoria Pública, atuando na proteção de crianças e jovens ficou em primeiro lugar no relatório, com 38,2%.

No quesito confiança, a Defensoria ficou em segundo lugar, estando atrás apenas das Forças Armadas, e mesmo nesse resultado, a Defensoria demonstra um crescimento perante a percepção da população. Traçando um comparativo com a pesquisa anterior, a Defensoria Pública apresentou um aumento de quase 20%. Na avaliação do trabalho das instituições, a Defensoria demonstra um aumento de 15,4%, não o suficiente para ultrapassar aquelas que estão mais bem votadas – novamente as Forças Armadas, e a Ordem dos Advogados do Brasil.

Sendo avaliado o conhecimento das instituições, no geral todas sofreram quedas. A percepção da população diminuiu para praticamente todas as outras, com exceção da Defensoria Pública e das Forças Armadas.

Entenda a Pesquisa

Para o levantamento de dados da pesquisa, foram ouvidos 5.035 brasileiros com mais de dezesseis anos, em 170 municípios, incluindo todas as capitais do país. A coleta de dados ocorreu entre 9 de março a 29 de maio deste ano.

O trabalho foi realizado pela empresa GRM Inteligência e Pesquisa.

A íntegra da pesquisa pode ser vista aqui.

 Fonte: Anadep


Compartilhe este texto